Um blog de crônicas da Barelândia para o mundo!

BTemplates.com

terça-feira, 24 de março de 2015

A campanha contra as véias lésbicas

Detesto o que a Rede Globo faz com a política, a musica, o teatro e o cinema brasileiro. O monopólio cultural e político de um país do tamanho e da diversidade do Brasil, por uma só famiglia Marinho, transformou o país que criou a Bossa-Nova, país do Tom Jobim, ser entregue ao Lepo Lepo de todo ano graças a gravadora Som Livre da Rede Globo que acredita que povo que ouve Lepo Lepo é mais fácil de empurrar o Aécio.
Posso isso sou da turma do Chico Buarque.
Vi uma campanha contra a novela da Rede Globo chamada Babilônia e fiquei curioso. Tudo que for para destruir a Rede Globo me interessa.
A novela tem duas personagens que são assassinas, piranhas, golpistas e o escambau e a patuleia reacionária que adora linchamentos faz campanha contra duas senhoras adoráveis, meigas, amorosas, de classe, com elogiáveis valores morais, que são casadas há anos e principalmente, se amam.
Não se sabe se o preconceito é porque são lésbicas ou porque são véias lésbicas ou tudo junto.
Vi que essa campanha é puxada pela turma do Feliciano e do Malafaia, como sempre.
Pessoas que se dizem cristãs que devem ter esquecido o amor de Cristo em algum canto perdido das suas mentes doentias.
Sim, porque só uma mente doentia prefere fazer campanha contra pessoas que se amam tendo na mesma novela duas personagens que mais se parecem com o Capeta.
Acho que de tanto só falar em Capeta que esses evangélicos hipócritas dos caraleo se esqueceram de Deus.
Viraram devotos do Capeta.
Só pode!
Share:

terça-feira, 10 de março de 2015

Vai pra Cuba, Coxinha!

Esses pessoal que não aceita perder eleição deveria aprender a ser civilizado uma vez na vida.
Deveriam aprender a perder com a gloriosa e honrada torcida do Vasco que só se fode nessa porra, mas nem por isso fica tentando eliminar o Flamengo, o campeonato ou até o futebol a cada partida perdida.
Esse tipo de pensamento chulo de perdedor cafona é incentivado pela mídia que em pais cafona é controlada por duas ou três famiglias mafiosas que herdaram de generais torturadores das ditaduras recentes seus impérios midiáticos. É assim do México para baixo, até a pontinha da Patagônia.
Essa mídia forma um bando de classe media que vai pensando que nem rico e vai tomando ódio de trabalhador e se identificando com as elites e seus hábitos de ir para Nova York fazer compras e odeia ver o porteiro do prédio em que mora no mesmo avião indo para Nova York fazer compras também.
Esquece que até ontem era ela o porteiro do prédio.
Essas gente cafona quando perde a eleição porque votou no candidato cúmplice das famiglias mafiosas midiáticas, quer acabar com a democracia pedindo impeachment de uma presidente eleita pela classe trabalhadora do país, apesar da pressão das famiglias mafiosas midiáticas.
Esse lance de não respeitar a democracia e voto alheio é tipico de republica cucaracha bolivariana desses comunistas vermelhos tucanalhas que não sabem perder e ficam com saudade do Stalin.
Porque essa gente não se muda para Cuba?
Lá não tem voto.
Né não?
Share:
Tecnologia do Blogger.

OCUPE REDE GLOBO

Loading...

Pesquisar este blog

Veja meu site profissional

Veja meu site profissional
Jorge Laborda é um cara metido a designer, escritor e a ser humano.

Blogs que vale conferir

Arquivo do blog

Definition List

Contact

Support