Um blog de crônicas da Barelândia para o mundo!

BTemplates.com

domingo, 30 de outubro de 2011

Governo pensa em fim das ONGs. Agora vai sobrar dinheiro para educação e saúde


O Brasil virou o país das ONGs depois do governo FHC e Lula.
O neoliberalismo do FHC adorava ONG.
Afinal é melhor deixar alguém fazer nosso trabalho e a gente ficar tomando café em Higienópolis e ficar babando ovo na Europa e nos EUA.
Por pura preguiça.
E o Lula pegou carona desse modelo nefasto.
Travestis são mais espertos que esses caras.
Pois babar ovo direto é tarefa que se cobra na hora.
Isso transformou o país em refém de instituições que não foram eleitas pelo povo.
A corrupção que envolve os poderes pode ser combatida pelo voto do cidadão.
Mas ONG não passa por esse crivo.
As pessoas votam para presidente do Brasil, não para presidente de ONG.
O governo agora está repensando os contratos com as ONGs.
Até que enfim.
ONG tem dono, tem patrão, tem financiador e tem ideologia.
A democracia tem defeitos e o povo vota em canalhas.
Mas ninguém sabe quem é o canalha que manda nas ONGs.
Ou sabe!?
Share:

Minha cadela inflável odeia o SUS


O SUS não cobre tratamento de cadelas infláveis.
Um horror.
A cadela inflável viúva do meu querido e falecido beagle chamado Deprê não pode ser atendida pelo SUS.
Depois que ela soube que até o Lula pode ser atendido pelo SUS e ela não, ela entrou em depressão.
Quando ela tentou estudar em uma universidade publica e disseram para ela que só se ela fosse patricinha e passasse no ENEM, ela pirou.
O projeto do SUS é que só entra quem não tem grana como nas universidades publicas federais, para atender a classe desfavorecida da população de um país "ainda" desigual.
Quando minha cadela inflável soube que "uns pessoal cretino" estava fazendo campanha para que o Lula fosse atendido pelo SUS onde ela não pode ser atendida.
Ahhhhh...ela ficou puta.
Por essas e por outras estou tentando doar essa cadela inflável faz uns meses e não consigo.
Meu português e minha grana para anúncios estão acabando.
E a cadela inflável continua aqui sozinha.
Share:

O câncer do Lula e as espinhas na garganta


Uma amiga veio comer peixe assado hoje aqui em casa.
Cabocla que nem eu acostumada a comer peixe.
Mas engoliu uma espinha que ficou atravessada na garganta dela.
Ela comeu quase uma penca de banana com farinha e não conseguiu tirar a espinha que estava quase tirando a respiração dela.
Foi levada ao 28 de agosto e lá disseram para ela que não tem atendimento para esse tipo de acidente.
Disseram que ela vá em uma clinica especializada que não abre domingo e nem segunda por causa do feriado enforcado.
Ela que vá morrer engasgada em outra freguesia.
Isso é culpa do Lula?
É culpa da Dilma?
É culpa do governador do estado?
Não.
É culpa do peixe, do SUS, do câncer do Lula e dos raios que o partam.
A porra desse estado do Amazonas está entregue a uma quadrilha que não está nem ai para as pessoas.
E a grana do SUS vem, mas a grana do SUS não é bem utilizada.
A quadrilha do estado do Amazonas é que não estão nem ai para o ser humano.
Nunca engula espinha de peixe.
O pronto socorro não lhe atende.
Impressionante isso.
Share:

sábado, 29 de outubro de 2011

O câncer do Lula despertou os abutres


Mal saiu nos jornais que o Lula está com câncer começou a pipocar as piadas, as sacanagens e a politicagem barata nas redes sociais.
Nos mesmos e velhos moldes de época de campanha onde vale tudo.
Gostando ou não do Lula o que não se pode é usar um câncer de alguem como produto de ataque a essa pessoa.
Essa tática nojenta de política de quinta grandeza chega a ser pior do que os políticos corruptos de Brasília.
É mesquinho, é leviano, é malvado, é tosco, é idiota, não está com nada.
Alguns idiotas querem que o Lula vá tratar o câncer dele no SUS como se o Lula tivesse culpa do atraso social em que o Brasil se encontra.
Um país explorado pelas potencias e pelas suas elites durante 500 anos.
E que tem melhorado seus índices e crescido com o governo Lula e Dilma.
Mas falta muita coisa a ser feita.
Afinal foram 500 anos de sangues sugas expropriando o Brasil.
Não existe país nenhum no mundo com um sistema como o SUS.
Apesar de toda a deficiência dele.
Tem exames que só o SUS faz.
Um cara como eu que nunca pagou impostos porque sempre trabalhei de freela, quando precisei fazer exames fiz todos, da cabeça até o toba, tudo de graça e de ultima tecnologia pelo SUS.
Demorou um pouco, mas eu fiz.
Todos.
Nos EUA se você não tiver grana você morre.
Aqui o SUS atende até a sonegadores de impostos.
Essa leviandade usando o câncer do Lula para fazer politicagem maldosa é de extremo mau gosto e crueldade.
É covarde.
Gostando do Lula ou não.
Share:

Nova onda facebookiana: A mulherada inventa que vai passar 21 anos na casa do cacete


Preparem o boldo.
Vou cair na gandaia.
Disque tem um novo movimento sem noção no Facebook entre a mulherada só de kaô.
Movimento “Vou Passar 21 Meses Na Casa dos Cacete”.
O nome do babado kaô.
Grandes merda.
Passar 21 meses em Londres, por exemplo.
Com a falência da Europa qualquer brasileiro pode passar 21 meses em Londres.
Até os travestis brasileiros que foram para Londres casar com lordes ingleses que estão falidos estão de volta para o Brasil trazendo os maridos.
Vão montar cursinho de inglês da Inglaterra a moda sangue azul aqui no Brasil.
Para que seus maridos não fiquem aqui na indigência, tadinhos.
Tudo bem, o Brasil é grande rico e generoso.
Só quero ver essas mulheres que vão para Londres passar 21 meses quando voltarem.
Vai vir tudo emo com cabelo pintado beijando mulher na boca.
Só quero ver.
Share:

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Os conservadores na espuma dos movimentos sociais


A Tunísia é a mais moderna das republicas do norte da África.
De todas é a de longe a mais democrática.
Apesar de ser um país islâmico.
Por isso foi lá que começou a Primavera Árabe.
E é lá que ela pode acabar.
Na primeira eleição livre depois de anos quem ganha é um partido fundamentalista islâmico.
Em eleição cercada de suspeitas de manipulação.
O país está enfrentando uma onda de protestos violentos apesar do partido islamita Ennahda, vencedor das primeiras eleições na Tunísia desde a queda do ditador Zin el-Abidine Ben Ali, ter anunciado nesta sexta-feira não ter a intenção de impor o uso do véu islâmico às mulheres.
Segundo Rachid Ghannouchi, líder da legenda, as tentativas de fazê-lo no passado falharam no mundo árabe.
O avanço de forças conservadoras sempre acontece depois dos movimentos sociais espontâneos derrubarem as velhas ordens.
Historicamente isso sempre aconteceu.
Derrubar velhas ordens sem ter um plano de ocupação organizada abre vácuo para as forças conservadoras organizadas se locupletarem na espuma desses movimentos.
Isso pode acontecer com o Ocupa Wall Sreet e outros.
O movimento ambientalista brasileiro também está sofrendo com a infiltração de velhos conservadores, neoliberais órfãos do tucanato paulista e até a ultra direita todos empoleirados nas fileiras ambientalistas.
O velho e bom arrivismo.
Surfar na melhor onda e derrubar os surfistas no final dela.
Na praia.
E reinar sozinho.
Mesmo achando que o ambientalismo está sendo usado maquiavelicamente por forças alienígenas e conservadoras, acredito que dentro dele tenha muita gente de bem que deveria se organizar melhor, sem as infiltrações estrangeiras que olham o Brasil com olhos predadores.
Da mesma forma o movimento contra a corrupção.
Quando a gente vê a velha imprensa corrupta que sempre apoiou corruptos liderando movimento contra corrupção é de matar de rir.
Quando o Antonio Carlos Magalhães Neto é o front da luta contra a corrupção, é de dar diarreia de risos.
Surfar na melhor onda é o que essa gente melhor sabe fazer.
Share:

Wiliam Waack é lixo hospitalar americano


Agora está mais explicadinho porque o Wiliam Waack quando fala do Lula ou da Dilma faz cara de diarréia.
Faz uma cara patibular.
O repórter William Waack, da Rede Globo de Televisão, foi apontado como informante do governo americano, citando documentos sigilosos trazidos a público pelo site Wikileaks há pouco menos de dois meses.
De acordo com o texto, Waack foi indicado por membros do governo dos EUA para “sustentar posições na mídia brasileira afinadas com as grandes linhas da política externa americana”.
Por essa razão é que se sentiu à vontade de protagonizar insólitos episódios na programação que conduz, nos quais não faltaram sequer palavrões dirigidos a autoridades do governo brasileiro.
Isso é puro lixo hospitalar.
Esse é o lixo hospitalar da Rede Globo.
A Rede Globo nasceu com a ditadura militar.
A ditadura militar no Brasil foi parte de um plano de dominação americana no continente durante o período da guerra fria.
Todos os países da America do Sul receberam golpes militares e ditaduras com total apoio americano.
Torturando e matando quem fosse contra.
No Brasil até hoje tem gente que sumiu e o corpo nunca foi encontrado.
A Rede Globo nasceu para apoiar esse golpe.
E se transformou no grande monopólio de comunicação que é hoje.
E até hoje a cada eleição para presidente ela tenta eleger o candidato que mais se afine com os desejos da elite brasileira que é o mesmo dos americanos.
Uma elite que quer um Brasil eternamente escravo dos desejos das potencias.
Afinal somos uma merda mesmo, pensam eles.
O lixo hospitalar chamado Wiliam Waack é só mais um porta voz desse tipo de brasileiro que acha que o Brasil é uma merda.
Por isso eles odeiam o Lula e a Dilma que estão mudando os rumos do país.
E isso está incomodando profundamente o grande pai branco americano.
Tem que por o Wiliam Waack e toda a grande imprensa suja que reina no Brasil em um container e mandar de volta para os EUA como lixo hospitalar.
Com etiqueta “agradecemos, mas obrigado!”
Share:

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

A imprensa, a corrupção dos trabalhistas e a corrupção dos cheirosos


Foi enterrada hoje na Assembléia de São Paulo a CPI que iria investigar a venda de emendas por parlamentares.
O deputado Bruno Covas (PSDB-SP), neto do Mario Covas, afirmou para um jornalista que venda de emendas é uma pratica comum e tem até taxa fixa de 20%.
A CPI foi enterrada porque quem seria investigado seriam os tucanos do governo paulista.
A revista Veja é paulista, a Folha de São Paulo é paulista e a Rede Globo há anos que apoia o governo paulista.
Todas elas beneficiarias do governo paulista há anos.
Afinal a elite empresarial está em São Paulo.
Não saiu uma nota sequer sobre esse esquema de corrupção de venda de emendas em nenhum desses meios de comunicação chamada de “grande imprensa” ou de PIG (Partido da Imprensa Golpista).
O ministro Orlando Silva caiu por mais uma campanha de denuncias dessa mídia contra o governo do PT.
Até agora contra o ministro não foi apresentado nenhuma prova.
O cabo que estava acusando disse que “só em juízo”.
Nem a lamacenta revista Veja mostrou prova alguma.
Isso é regra, não é exceção.
Contra o governo trabalhista do PT todo dia tem denuncia de corrupção.
Com ou sem prova.
Mas o silencio é total se a corrupção fôr em São Paulo.
Com provas.
Pois até o deputado Bruno Covas, neto do fundador do PSDB disse que era pratica comum a cobrança de 20% na venda de emendas.
E disse na imprensa.
Todo brasileiro com um pingo de informação sabe que essa grande imprensa é corrupta.
Que não merece credibilidade alguma.
A imprensa tem dono, tem patrão, tem ideologia.
Três famílias controlam essa grande imprensa.
A família Marinho da Rede Globo, os Civita da Editora Abril que publica varias revistas entre ela a lamacenta revistinha Veja e a família Frias que é dona da Folha de São Paulo. O Estadão não conta porque esse ao menos é franco. É declaradamente de direita e conservador.
Todos da elite brasileira que detestam governo trabalhista.
Eles donos de jornalões são do lado dos patrões.
Por isso o fim dessa imprensa convencional está próximo com o advento da internet.
Pelo custo do papel e principalmente por falta de credibilidade.
Eles estão vivendo o chamado “Parêntese de Gutenberg”.
E já vão tarde.
Share:

Cadela inflável abandonada necessita de um lar


Cadela inflável também é gente como a gente, gente!
Depois que o meu beagle querido chamado Deprê morreu a cadelinha inflável dele ficou largada pelos cantos.
Já fiz de tudo pra doar para alguém e nada.
Fiz campanha no Facebook, larguei ela dias na calçada e nada de novo.
Até o lixeiro achou que era macumba.
Acho que a cor vermelha pomba gira assusta.
Tentei deixar na calçada do bar da torcida rubro negra aqui do bairro para ver se os cretinos adotavam ela como mascote.
E nada.
Na ultima tempestade fui catar ela no Mindú.
Muita sacanagem.
Não consigo me desfazer da cadelinha inflável do Deprê.
E custou uma grana.
Ela é toda siliconada, tem ajuste de altura, de calibre vaginal, lubrificada, late e faz xixi.
Fico só espiando essas campanhas de adoção de cachorro no Facebook e não vejo ninguém tendo dó da cadelinha inflável.
Sacanagem pô!
Share:

Revista Veja acusa filha do Mantega de chupar dindin


Estamos só esperando quem vai ser o próximo que a "honesta" imprensa brasileira vai acusar de alguma coisa e o governo vai atender.
Basta acusar.
Não precisa prova.
O Orlando Silva caiu sem que o acusador apresentasse uma prova sequer.
Agora está dizendo que só vai apresentar em “juízo”.
Ninguém é santo.
Muito menos essa imprensa corrupta brasileira.
Agora a "honestíssima" revistinha Veja está acusando a filha do Mantega de chupar dindin.
Dindin é um suco atirado em um saco plástico que vai para o congelador até virar pedra de gelo.
Em Parintins chamam de choop.
Em Barreirinha chamam de flau.
O acusador não quer mostrar a cara, não quer dar o nome, não quer mostrar as provas.
Mas que é, é.
Então basta agora sair no Jornal Nacional que vira fato.
E o Mantega vai ter que se explicar no congresso.
Vai ter que dizer de onde saiu o dindin que a filha dele foi flagrada chupando.
E o Marivon indignadissimo vai ecoar nas redes sociais.
A inquisição funcionava assim.
Bastava um cara querer comer uma mulher e se ela não desse a piriquita era acusada de bruxaria.
Ia pra fogueira em meia hora.
Depois do Mantega vai ser a Dilma.
Acusada de lesbianismo.
Share:

terça-feira, 25 de outubro de 2011

A imprensa corrupta tentando pautar o Brasil


A revista Veja recebe do governo de São Paulo um milhão e duzentos reais por mês em assinaturas feitas pelo governo para as escolas publicas de paulistas.
UM MILHÃO E DUZENTOS POR MÊS!
A Folha de São Paulo mais ou menos a mesma coisa.
Também para dar jornais nas escolas publicas.
Isso que é o ensino paulista.
Dar revistinhas e jornais para os alunos.
Revistas e jornais que atacam os adversários políticos e nunca eles.
O partido que controla São Paulo há 20 anos.
Esse governo tucano paulista deu para a Rede Globo um terreno publico imenso em área nobre de São Paulo.
É onde funciona hoje a Rede Globo São Paulo na Marginal Pinheiro bem ao lado da Ponte das Águas Espraiadas.
Terra do povo para uma empresa rica.
Só para ela atacar os adversários deles.
É essa imprensa que quer atacar a corrupção no Brasil.
Logo essa imprensa corrupta.
A corrupção existe em todos os níveis.
A lei tem que funcionar para punir os culpados.
Mas punir todos os culpados.
Não só do governo federal que é do PT.
Não se toca na corrupção em São Paulo.
O neto do Mario Covas diz para um repórter que é comum cobrar 20% de projetos. Que é regra.
A imprensa achou normal um político dizer isso.
Um soldado que foi preso por corrupção acusa um ministro de estado de corrupção e antes de mostrar qualquer prova toda a imprensa e a oposição, que no fundo são sócios, estão pedindo a cabeça do cara.
Isso tudo de olho nos milhões que vão rolar na Copa do Mundo.
Querem controlar o negocio e o Ministro dos Esportes está jogando duro.
Ele quer que se cumpra a lei brasileira de não vender bebidas alcoólicas nos estádios.
O grande patrocinador que banca a imprensa corrupta quer.
O Brasil não pode ser pautado por corruptos.
Nem do governo nem muito menos dessa imprensa preá lá de corrupta.
Share:

Emo Sapiens tenta suicídio na Ponte Rio Negro


Já arrumaram uma serventia para a ponte recém inaugurada.
Aconteceu o que todos temiam.
Suicidas adoram pontes.
Acho que é porque não esfacela o corpicho no impacto.
Não fica feio na foto.
Ontem logo após a inauguração da Ponte do Rio Negro (esse nome é melhor que Ponte do Iranduba), o Emo Sapiens sem que os seguranças da ponte vissem, conseguiu chegar no vão central na tentativa de mais um suicídio.
Ou ao menos dar pinta.
O Emo Sapiens é um descendente de índios da região do Rio Negro, precisamente da área onde hoje é a Reserva do Jaú, a maior reserva do mundo.
Quando transformaram a região em reserva começaram um plano de tirar as pessoas de lá.
Já que gente não vale o que uma capivara enterra para esses ambientalistas criados em cativeiro.
Para eles ou você é índio ou capivara.
Eles proibiram a entrada de regatões na reserva. Regatão é o barco que troca insumos com os nativos do interior da Amazônia.
Com essa estratégia de estrangulamento as famílias tiveram que sair da reserva.
Vieram para a cidade e se transformaram em traficantes, prostitutas, mão de obra escrava no distrito ou nas casas das famílias burguesas de Manaus.
O Emo Sapiens virou um cheira cola.
Ele não era nem índio, nem branco, nem gente, nem nada.
Se não fosse o padre pedófilo tê-lo tirado da indigência e dado educação erudita, talvez a essa altura ele estivesse morto.
O dilema do Emo Sapiens é que ele virou biba na marra por causa do padre, mas no fundo ele é espada.
Só quando ele bebe é que ele não pode ver uma mina na frente dele que dá vontade de come-la.
Por causa dessa angustia volta e meia ele tenta suicídio.
Mas ainda não foi dessa vez.
O seu namorado Remela percebeu a intenção da biba de pular da ponte e falou que ia ter uma rave em Paricatuba.
O Emo Sapiens adiou o suicídio.
Talvez na volta de Paricatuba.
A ponte vai estar sempre lá.
Share:

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Agora temos uma ponte para escapar


Manaus está à beira de um colapso nervoso.
A cidade sofre há muito tempo um processo de afavelamento brutal.
Esse grupo que está no poder há 25 anos deixou a cidade virar uma imensa aberração.
Uma cidade sem calçadas, sem esgoto, um transito a beira de um colapso, um sistema de transporte urbano pior que carro de boi.
Os que eles fizeram foi incentivar uma industria de invasão para ter votos criando favelas e favelas na zona leste.
E sem a menor vergonha ainda põe o nome deles nas cabeças de porco que eles criam.
Assim como em hospitais, maternidades, viadutos, avenidas, tudo com nome de alguém da turma.
Como diz o poeta das savanas, Eliakin Rufino, nós é tudo índio nós é tudo parente.
Só que em sentido poético, não no de quadrilha que eles dão.
Agora inauguraram a infinita Ponte de Iranduba.
Superfaturada e cheia de contradições.
O dinheiro gasto na ponte dava para fazer outra Manaus.
Mais parecida com uma cidade do que essa Manaus em que vivemos.
Com a ponte ao menos agora teremos como fugir da cidade quando o colapso total chegar.
Share:

Enfim a infinita Ponte de Iranduba saiu


Agora vai.
A infinita Ponte de Iranduba foi inaugurada com tudo que tinha direito.
Teve vaia de cinco minutos para o Amazonino, o prefeito do busão escroto.
Teve uns caras fantasiados de índio querendo falar com a Dilma e os seguranças acharam eles loiros demais para ser índio.
Eles só queriam agradecer a Dilma pelo Bolsa Família ter se estendido as nações indígenas.
Teve o Greenpeace com balão anunciando mais uma festa de embalo cheia de gatinha ambientalista criada em cativeiro.
Teve a Dilma e o Lula esquecendo de falar sobre o custo superfaturado da ponte.
Enfim, foi uma festa como se esperava.
O Nunes Filho cantou e o povo nem viu.
E a infinita Ponte de Iranduba vai levar o afavelamento de Manaus para o outro lado do Rio Negro.
Se aqui desse lado não tem calçada, não tem esgoto, não tem nada que se pareça com uma cidade civilizada, imagina lá do outro lado.
Manaus vai ter uma Niteroi na frente.
Tomara que não seja mais uma favela.
Share:

sábado, 22 de outubro de 2011

O elitismo paulista contagiou Ipanema


Há uns meses atrás moradores de Higienópolis, bairro de classe média alta paulistana, berço dos tucanos e ocupada pela comunidade judaica, fez campanha contra a construção de uma estação do metrô na região do bairro.
O discurso elitista dizia que a estação atrairia “gente diferenciada” para o bairro.
Agora isso virou moda.
Pegou até na “progressista” Ipanema, disque.
Espia isso.
Cerca de 150 pessoas foram ontem de manhã à Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, zona sul do Rio, para protestar contra a instalação de uma estação de metrô no local.
Segundo Grace Fabor, uma das organizadoras do protesto, a estação é um gasto desnecessário e prejudica o sentimento de bairro gerado pela praça.
“Sentimento de bairro” é uma ova.
Isso é elitismo puro.
Se bem que o Leblon e Ipanema são elitistas mesmo.
Essa áurea de modernidade e mente aberta é só para inglês ver.
Eles odeiam o Lula pelo mesmo motivo que os paulistas odeiam.
Preconceito de classe.
Se dependesse de grande parte dos moradores de Ipanema e Leblon eles destruiriam os tuneis que levam a zona norte.
As favelas do Cantagalo, Vidigal, Rocinha, Pavão e Pavãozinho poderiam ficar porque apesar dos assaltos, é lá que ficam as bocas de drogas e também por causa da mão de obra escrava que mora nelas.
Se não onde eles iam arrumar cozinheiras, babás, porteiros, traficantes tudo a mão?
Sentimento de bairro de cú é rôla.
Share:

Agora vai: A Ponte de Iranduba e o Nunes Filho finalmente juntos


Hoje saiu nos jornalões que o Nunes Filho confirmou sua presença na inauguração da infinita Ponte de Iranduba que já custa 1,1 bilhões aos cofres públicos. Quase o dobro do previsto.
O Nunes Filho falou que não vai querer os efeitos especiais do diretor da Globo contratado para dirigir o evento, que planejava içá-lo da água em um esquema bang jump ao contrário só porque ele tem um sucesso chamado “Subindo Pelas Paredes”.
O Príncipe do Brega disse que nem a pau ele vai ser puxado da água feito uma matrinxã. Alega que levou anos para desenvolver seu personagem impecável com sua roupa sempre alinhada e o cabelo esquema black power todo no jeito, para agora vir uma bibinha da Globo bagunçar.
Com a noticia a turba ansiosa ficou mais calma.
Agora vai.
O pessoal ”do à favor” da Marcha da Liberdade, Marcha da Maconha, Marcha das Vadias, Marcha Ré, Marcha Soldado, Marcha da Cachaça, Marcha dos Heteros, Marcha das Bikes Motorizadas, os Bonecos Gigantes do Paulinho Mamulembo e a Parada Gay já estão aquecendo os tamborins para invadir a ponte.
A organização insiste em abrir o protesto com a Parada Gay à frente, colocando de abre alas as bibas bombadas anabolizadas com roupa de couro preto e chicote para assustar a policia caso o governador tente parar a manifestação.
Logo atrás vem o resto.
Quem anda ameaçando comparecer só pra contrariar é o povo feio da Marcha Para Jesus cantando slogans homofobicos.
Só para frescar com as bibas que vão lá na frente. Vão ficar atrás gritando “bichonas, bichonas, bichonas,..”.
Resta saber se a ponte vai agüentar todo esse povo feio em cima dela.
O clima promete esquentar na inauguração da infinita Ponte de Iranduba que já custa 1,1 bilhões aos cofres públicos. Quase o dobro do previsto.
Basta o Coringa cortar a fita de inauguração que o povo invade aos gritos de “Príncipe do Brega, Príncipe do Brega, Príncipe...”.
Não perco nem pelos caraio.
Share:

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A revolta das Panicats


Todo dia tem noticia nova de alguma Panicat.
Panicats são aquelas mulheres bombadas e anabolizadas que a cocha é mais grossa que meu tronco que rebolam em um programa de humor escroto chamado Pânico na TV.
O assunto dos jornais sobre elas gira sempre entorno de acusações mutuas de quem cobra o que pra fazer no sei o que lá.
Se alguém perguntar o que você faz?
Sou Panicat.
Acho que já deve ter virado nome de profissão.
Que nem a profissão “famoso”.
Deve ser legal passar vida malhando e rebolando em um programa de televisão.
Quem inventou essa profissão foi o glorioso Chacrinha.
Ele tinha as Chacretes.
Mas elas não eram tão bombadas e anabolizadas.
E nem falavam grosso por conta do anabolizante.
Tem umas que são tão bombadas que dava pra entregar botija de gás aqui no bairro.
A galera ia gostar.
Share:

O melhor do amor é a conchinha


Viver com alguém que se ama é muito bacana.
O sexo com amor, o sexo selvagem, as brigas, as tensões, os papos, as idiossincrasias, as banalidades, tudo isso fazem parte do caldeirão chamado amor a dois.
Porem o melhor instante impagável do amor a dois, aquele de compartilhar a mesma cama todo dia, esquema casamento, é o momento conchinha.
Aquela hora da manhã em que a gente acorda e fica na maior preguiça e sente o cheiro dormido da mulher amada ao lado, vira e monta a conchinha.
Ela ronrona e arma com você uma concha a dois.
Nem precisa falar nada.
Basta fazer hum hum.
Ali o mundo poderia acabar.
Poderia parar.
Poderia se extinguir.
Que estaria tudo certo.
Mas esse instante dura no máximo uns 10 minutos, até a mente começar a trabalhar de vez e lembrar das contas do mês, do cotidiano esperando e das brigas da noite passada.
Dá o ultimo beijinho na nuca do amorzinho e levanta que o dia é longo e papagaio que acompanha joão de barro se atrapalha e vira ajudante de pedreiro.
Share:

MPF diz que a infinita Ponte de Iranduba não deve ser inaugurada. E o Nunes Filho?


Novamente é o povo que sofre por causa de má administração do governo com o dinheiro alheio.
Se isso pode ser chamado de má administração, já que ficar com coisa alheia tem outro nome.
A população está em polvorosa para ver o show do Nunes Filho na inauguração da ponte.
A mobilização da Marcha da Maconha, Marcha das Vadias, Marcha da Liberdade, Marcha Ré, Marcha da Cachaça, Marcha do Encontro das Águas, Marcha Soldado, Bonecos do Paulinho Mamulembo e até da Parada Gay, estão todos em um impasse sobre se o Nunes Filho vão ou não fazer o show de inauguração da ponte.
E agora mais essa.
Espia isso.
O Ministério Público Federal acusa o governo do Amazonas de procrastinação no cumprimento dos termos do acordo em que o estado deveria construir postos destinados ao Batalhão de Polícia Ambiental e de realizar um programa de educação patrimonial sobre os sítios arqueológicos de Iranduba, estudos dos impactos da ponte sobre cinco comunidades indígenas localizadas nos arredores do município de Iranduba - duas delas, Sahu-Apé e São Francisco, áreas de reivindicação fundiária -, um projeto de esgotamento sanitário do município de Novo Ayrão e a regulamentação da navegação nos arredores da ponte.
Segundo o procurador Tales Cardoso do MPF, somente a última estaria em vias de cumprimento.
Nossos tuxáuas disseram que vão inaugurar de qualquer jeito e pronto.
Eles alegam que já que estão no poder há mais de 25 anos impunemente e ninguém faz nada, mais uma lambança não vai fazer diferença.
Enquanto isso o populacho está nervoso querendo saber é do Nunes Filho.
Vai ou não vai?
O povo das marchas está dizendo que se essa procrastinação continuar vai chamar também o povo feio da Marcha Para Jesus para entupir a ponte de gente.
Ai eu quero ver é ela cair, já que ninguém sabe de que material foi feita.
Por essa e por outras que o Nunes Filho não que ir.
Share:

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Reciclagem globalizada: lixo hospitalar americano revendido no Brasil


A globalização é a oitava maravilha da humanidade.
A sétima é o neoliberalismo tupiniquim.
Esse quebrou os EUA e a Europa.
E ainda tem os tucanos de São Paulo bancando a Rede Globo e a revistinha Veja para ver se conseguem voltar com o modelito falido.
Por isso essa campanha sórdida da “grande imprensa” contra o governo Lula/Dilma.
O supra sumo da globalização é isso.
Espia.
A Receita Federal descobriu em containers por acaso, toneladas de roupa de cama usadas de hospitais americanos.
Algumas ainda com manchas de sangue.
Desde então, autoridades começaram a agir para tentar tirar de circulação o material.
Quatro lojas já foram fechadas em Santa Cruz do Capibaribe por venda irregular de lençóis de hospitais americanos, uma delas ontem. Ainda em Pernambuco, o governo recolheu ontem lençóis importados dos EUA que estavam sendo usados no Hospital Regional Belarmino Correia, na cidade de Goiana.
O bom da globalização é que ela usa as regras da Lei de Darwin.
Quem for podre que vá se quebrando pelo caminho.
Ora bolas!
Share:

Mataram a Tacacazeira de Paricatuba


A pacata Vila de Paricatuba as margens do belíssimo Rio Negro já não é mais a mesma.
Forças da OTAN com seus aviões carregados com mísseis teleguiados acabaram de assassinar a figura mais ilustre de Paricatuba.
Está confirmada a morte da Tacacazeira de Paricatuba.
E esses assassinos que matam por petróleo ainda se acham justos.
Matar uma pobre velhinha por conta de poços e poços de petróleo da Líbia.
Logo a Líbia, um país incrustado no Saara que só tem beduínos, camelos e petróleo para caralho.
Usar esses verdadeiros assassinos alados para matar qualquer pessoa continua sendo crime.
Isso é assassinato.
Igual ao dos caras do 11 de setembro das Torres Gêmeas.
Sacanagem matar uma senhora tão simpática.
Logo agora que a infinita Ponte de Iranduba que já custa o dobro do valor inicial vai ser inaugurada.
E pode contar com show do Nunes Filho, a esperança é a ultima que morre.
Ela não viveu para ver a ponte cncluida.
O visual da infinita Ponte de Iranduba que já custa o dobro do valor inicial toda iluminada a noite deve ser um espetáculo vista de Paricatuba.
Paricatuba, a pacata vila as margens do Rio Negro declara luto oficial pela morte da sua ilustre moradora.
Acabou a velhinha acabou o tacacá.
Quem provou, provou, quem não provou não prova mais..
Uma lástima.
Share:

Fumante engravida fumante passivo e foge


Mais um crime hediondo nas paginas policiais.
Estamos vivendo tempos “terríveis”, de acordo com a “grande imprensa” sanguinolenta que adora escrachar ladrão de galinha preto e pobre e recebe “propina” de empresas e governos corruptos.
A bola da vez dessa “imprensa marrom” é um cidadão fumante que “pegou” um fumante passivo engravidou e fugiu covardemente sem prestar socorro a vitima.
A imprensa está criminalizando o fumante de forma escandalosa sem dar direito de defesa do consumidor e sumariamente está acusando, julgando, condenando e até prendendo porque já tem narco apresentador de programa policialesco populesco de quinta categoria invadindo favela e prendendo pobre e até sendo escoltado pela policia.
A policia só olha e o Ministério Publico também.
Fingem que nem é com eles.
É que esses narco apresentadores de programas policialescos populescos de quinta categoria são bancados pelos caciques políticos porque é a maior arma de votos do Amazonas.
Pode ver a bancada dos narco apresentadores de televisão.
Só perde para a dos evangélicos.
E todos apoiam o grupo que está no poder.
São narco apresentadores porque narcotizam a cabeça do cidadão induzindo ao voto, fazendo campanha política ilegalmente durante o ano todo.
Culpa da política de concessões de rádio e televisão que deixou essas concessões irem parar nas mãos de cacique políticos através de laranjas ou não.
Agora covardemente querem criminalizar um cidadão fumante de ter engravidado covardemente um cidadão fumante passivo.
Mesmo que o fumante passivo tenha dito que o sexo foi consensual.
Não ouve estupro.
Essa imprensa que nós temos é pior do que os políticos que nós temos.
Share:

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Não se faz mais Avon como antigamente


Fui a uma repartição publica tratar de um assunto de trabalho quando me deparei com uma amiga que há anos não via.
Uma jornalista competente.
Ela como eu sofreu os abalos do tempo.
Estamos todos elegantemente com cara de gatões da meia idade tentando envelhecer com alguma dignidade.
E dinheiro no bolso, claro!
Perguntei se 4ela estava trabalhando no órgão publico e ela respondeu que não.
Imediatamente abriu-se a porta de uma sala cheia de mulheres que pediram para ela entrar.
Eu fiquei cafifado de curiosidade.
Percebi que essa amiga carregava uma sacola grande.
Pensei “deve estar vendendo produtos da Avon”.
Ouvi risadas da mulherada dentro da sala e minha curiosidade mórbida aumentou.
Quando ela saiu da sala e veio falar comigo eu já estava convencido que era Avon que ela estava vendendo.
Sou do tempo do Avon.
Resolvi perguntar.
Ela falou que estava no negocio de sex shop ambulante.
Estava vendendo produtos eróticos.
Não resisti e pedi pra ver.
Tinha de tudo. Bolinhas tailandesas, boneca inflável, calcinhas comestíveis, viagra, vibrador sextavado, oitavado, cheio de pontas, pequeno, grande, imenso, negão, vermelho, verde, um verdadeiro arsenal de guerra pornô.
Perguntei se ela estava faturando com os produtos eróticos.
Ela falou “bem mais que Avon, meu bem!”.
E esses produtos são todos de borracha.
E nós já fomos os maiores exportadores de borracha do mundo.
Fiquei pensando em economia de mercado com um vibrador na mão.
Share:

Nunes Filho rejeita o convite para show de inauguração da Ponte de Iranduba


Apesar do apelo da população para que Nunes Filho faça o show de inauguração da infinita Ponte de Iranduba que já custa o dobro do previsto, o Príncipe do Brega rejeitou o convite.
Achou muita sacanagem publicarem o fato antes mesmo de ele saber, inclusive contratando um diretor da Globo para dirigir o evento.
O lance de subir de bangee jump ao contrário foi o que mais irritou o cantor das multidões.
Ele alegou que iria amarrotar a roupa e despentear o cabelo na subida.
Para tristeza do povo da Marcha da Maconha, da Marcha das Vadias, da Marcha da Liberdade, da Marcha das Bikes Motorizadas, da Marcha da Cachaça e da Parada Gay, o Príncipe do Brega não participará do evento.
A alegria desse povo feio é que a Marcha Para Jesus não vai comparecer com seus slogans homofóbicos.
A outra alegria é que o Coringa é quem vai cortar a fita de inauguração da Infinita Ponte de Iranduba que já custa o dobro do previsto.
O Coringa é autoridade e não pode faltar ao evento.
Share:

A imprensa e o valor de um judeu


Um judeu vale mil palestinos.
Um judeu “bonzinho” vale mil facínoras palestinos.
É assim que a imprensa mundial controlada por judeus se refere ao evento da soltura de um “soldado” israelense em troca da soltura de mil “terroristas” palestinos.
Um lado é “soldado” o outro é “terrorista”.
O soldado tem pátria, o terrorista não tem.
Por isso é necessário a criação do Estado Palestino.
Quando um “soldado” invade com armamento de guerra um barco cheio de pacifistas desarmados e premeditadamente mata homens, mulheres e jovens, todos totalmente desarmados, isso não é terrorismo, isso não é assassinato.
Então o conceito de assassinato mudou.
Ou mudamos nós.
Quando aviões não tripulados são armados com mísseis para invadir territórios e países alheios, para matar seja lá quem for a distancia, com mísseis teleguiados, isso tem nome.
Justificar isso com o 11 de setembro não vale.
Se sim é admitir que voltamos à barbárie, ao vale tudo.
Esses mil “terroristas assassinos” devem ter comido algum chip para serem encontrados depois.
E provavelmente vão ser assassinados por algum avião não tripulado.
Quem aperta o botão deve estar em Washington ou em Tel Aviv, tanto faz.
No Brasil a Rede Globo trata os palestinos como escória e os israelenses como heróis.
Por essa e por outras é que a imprensa mundial vai se afogar na teoria do “Parêntese de Gutenberg”, que diz “a internet vai dar uma pá de cal na chamada grande imprensa”.
Primeiro pelo custo, depois e principalmente, pela credibilidade perdida dessa chamada “grande imprensa”.
Na Inglaterra já começaram a prender jornalistas e donos de jornais mentirosos e criminosos.
Tomara que essa moda pegue por aqui.
Share:

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Mulheres estupram homens para roubar a gala


Espia se isso não é coisa do demo.
Três mulheres classe média alta do Zimbábue atravessam o país viajando em uma Toyota, dando caronas para homens na estrada para em seguida arrastar a pobre vitima para um matagal e cometer libidinagens com o pobre diabo.
Tudo isso para roubar o sêmen dos homens para usar em um ritual.
As irmãs Sophie e Netsai Nhokwara, de 26 e 24 anos, e Rosemary Chakwizira, de 28, são as primeiras suspeitas a serem detidas desde que começaram a surgir relatos sobre mulheres submetendo homens a violência sexual coletiva no Zimbábue, dois anos atrás.
As suspeitas, "trajando roupas de grife e com penteados sofisticados", segundo um relato, ficaram no banco dos réus enquanto foi feita a leitura das acusações, na sexta-feira passada, o que levou quase uma hora. Em seguida, foram levadas de volta à prisão até 28 de outubro.
As mulheres foram presas quando se envolveram em um acidente. A polícia teria encontrado no porta-malas do carro delas 31 camisinhas usadas, três delas ainda cheias até a metade de sêmen.
17 pobres almas indefesas já foram vitimas dessas taradas, ninfomaníacas, pervertidas e supersticiosas mulheres.
Acreditar em ritual com sêmen humano para ganhar dinheiro tem que ser muito supersticiosa mesmo.
Se isso virar moda aqui no Brasil.
Ah mano!
O que vai ter de biba pagando boquete e guardando o sêmen na boca pra vender depois.
Vai ganhar horrores.
Basta ir numa rave e ficar catando camisinha usada.
Ou depois do carnaval na Bahia.
Dá pra ganhar grana o ano inteiro com isso.
Share:

A inveja deu no Largo do Robério


Para as pessoas invejosas, despeitadas que insistem em dizer que o arquisecretário vitalício renascentista de Corte e Costura do Amazonas Robério Braga não gosta de cultura popular ou de seres humanos nascidos na região, vai acontecer no palco do Teatro Amazonas o primeiro Festival de Rituais Indígenas da Amazônia (FERINA).
Como tudo que o secretário faz, esse festival também terá seu toque cosmopolita.
Os rituais serão apresentados por companhias de balé da Europa que vão fazer uma releitura das tradicionais manifestações culturais.
Na primeira noite será o Ritual da Tucandeira, ritual indígena da tribo Sateré Mawé , executado pela Royal Institute and Dancing The Budapeste. No ritual real o índio sateré-mawé, para provar sua força, coragem e resistência à dor, deve se deixar ferrar no mínimo 20 vezes, colocando as mãos dentro da luva da tucandeira (saaripé). As tucandeiras são formigas grandes com ferrão muito dolorido que, na véspera do ritual, são capturadas vivas e conservadas num bambu.
A técnica encontrada para realizar o ritual sem ferir os bailarinos de Budapeste é drogar as tucandeiras com “dirijo”, maconha em linguagem local, sob o risco de eles terem uma parada cardiorrespiratória devido à dor. Porem foi tudo planejado com o pajé do boi-bumbá Caprichoso, especialista em efeitos especiais.
No segundo dia será a vez do Kuarup, ritual indígena do Xingu. Kuarup é um ritual dos grupos indígenas do Parque do Xingu para homenagear os mortos. Os troncos feitos da madeira “kuarup” são a representação concreta do espírito dos mortos ilustres. A festa corresponderia a cerimônia de finados do homem branco, entretanto, o Kuarup é uma festa alegre, afirmadora, exuberante, onde cada um coloca a sua melhor vestimenta na pele.
Esse ritual será executado pela Royal Academy and Dancing of Londres e contará com efeitos especiais de Steven Spielberg e a musica ficará sob a chancela da Orquestra Filarmonica de Nova York.
Na ocasião serão homenageadas as etnias representadas no festival que terão lugar reservado especialmente no terceiro e quarto piso do teatro de onde poderão ver melhor o cocar dos bailarinos por cima, já que os lugares da platéia principal são tombados pelo patrimônio estórico, são vitalícios para a família e convidados especiais e globais do arquisecretário Roberio Braga.
Para não falarem que é festa prive bancada com dinheiro publico, o governador verde do Amazonas, Eduardo Braga, que completa a dinastia Braga junto com a Ana Maria Braga, vai distribuir ingressos de forma generosa entre as ONGS que pululam na região, afinal eles também são brancos e merecem participar dessa evento peculiar. Durante o festival, para calar a boca dessa gentalha colonizada e sem sonhos, estará a disposição dos convidados para passeios noturnos a carruagem de uso próprio do secretário.
Ela é maraaaa.
Tem ar-condicionado, frigobar, laptop embutido conectado a internet, tv de LED, DVD player e Playstation 3.
E esse povo mesquinho ainda fala que o uísque é por conta do contribuinte.
Ohhh povo feeeio.
Share:

domingo, 16 de outubro de 2011

A lenda urbana do fumante passivo


Quando ouvi essa expressão pela primeira vez achei que se tratava de alguém que fizesse sexo anal com o próprio toba fumando e não gostava do toba alheio.
Com o tempo fui percebendo que fumante passivo é alguém que fica em um espaço comum onde exista fumantes e a pessoa feito um bambi fica inalando passivamente a fumaça alheia.
Isso tudo por ignorância minha e vergonha de perguntar.
Só pra bancar o esperto.
Ontem em uma festa fui fumar no lado de fora mesmo com um temporal da porra caindo.
Quando estou saboreando meu belo caretinha me aparece um bando de piruazinhas saindo da festa e tiveram que ficar abrigadas da chuva embaixo da meia água onde eu estava.
Uma delas sentiu o cheiro do cigarro, olhou pra mim e fez careta, com cara de reprovação e nojo da moda dos não fumantes reacionários, xaropes, controladores e hipócritas.
Ai não resisti e mandei “porque essa cara mocinha, tá cagada?”.
As outras caíram na gargalhada, mas saíram pra chuva.
Lugar de fumante passivo hipócrita é na chuva.
Né não?!
Uma das coisas mais lindas do mundo é uma mulher fumando com cara de quem é humana.
Share:

A infinita Ponte do Iranduba agora sai. Vai ter show do Nunes Filho.


A infinita Ponte do Iranduba que já custa o dobro do previsto e que aparentemente parece que finalmente vai ser inaugurada vai ter show do Nunes Filho, o Príncipe do Brega na inauguração.
O show vai ser fechado. Só entra vip.
A organização contratou o Jorge Fernando, diretor da Globo, para fazer a direção do espetáculo, já que a biba é espetaculosa.
O show vai ser no vão central da ponte para que só quem tenha barco assista.
O Nunes Filho vai ser içado da água por uma corda esquema bang jamp ao contrário e vai ser acompanhado pela Orquestra de Cordas de Massachussstesss trazida pelo impagável Robério Braga que adora essas coisas de orquestras gringas com o dinheiro alheio.
Para não falarem por ai que o show vai ser só para vips, vai sair da beirada de São Raimundo uma balsa para levar a patuléia.
Como não podia deixar de ser, vários grupos vão protestar contra o evento.
O pessoal da Marcha da Maconha que sumiu ao cair da ponte e ninguém foi atrás, prometem fazer um laricaço durante o show.
Estão espalhando nas redes sociais e já contam com a adesão da Marcha da Liberdade, da Marcha das Vadias, da Marcha do Belo Monte de Merda e a Parada Gay.
A idéia é fazer uma marcha conjunta e invadir a ponte.
O plano é que a Parada Gay vá na frente com as bibas pocadas porrudonas com blusão de couro esquema metaleiro abrindo caminho caso a policia tente parar o protesto. Em seguida vai a Marcha da Maconha para ir lavando o astral e tocando tambores esquema afro axé Bob Marley, depois vai a Marcha das Bikes Motorizadas cheias de pisca pisca seguida pela Marcha da Liberdade com cartazes contra o capitalismo selvagem e logo atrás a Marcha do Belo Monte de Merda.
Só não querem a Marcha para Jesus porque são chatos pra caralho e só falam mal dos outros.
Além do fato de levar um bando de gente à toa, o que poderia abalar a estrutura da ponte.
Sabe lá que material eles fizeram a ponte.
Vai que a ponte caia na inauguração com todo esse povo feio em cima.
Não ia ficar bem pra carreira do Nunes Filho, o Príncipe do Brega.
Share:

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Virou moda o povo mostrar o pau pra Folha de São Paulo


Primeiro foi o Rafa Bastos do CQC que mandou uma repórter da Folha “pegar no grande e vascularizado pênis dele”.
Agora é o Felipão técnico do Palmeiras que manda um fotografo da Folha “fotografar o pau dele”.
A Folha de São Paulo assim como quase toda a grande imprensa brasileira é um grande lixo.
Mas ficar mostrando o pau para os repórteres não né?!
Esses jornalões não tem o menor respeito respeito pelo leitor.
Há anos que são meros aparelhos políticos usados para enganar o eleitor.
Mas esse lance de pau é baixaria.
Vai que o povo gosta?
Share:

Protestos mixurucas ficam com inveja de Brasília


Os protestos contra a corrupção que contam com o apoio da Rede Globo deixam todo mundo de cabelo em pé.
A Rede Globo sempre esteve ao lado dos corruptos desde que a republica é republica.
E estranhamente esses protestos escondem sempre, infalivelmente, o corruptor.
Vá ver é porque o corruptor é o mesmo que banca a Rede Globo.
O fato é que os protestos contra a corrupção não estão contando com a credibilidade de ninguém.
Todos são um fiasco.
O da Paulista deu meia dúzia de gato pingado do Movimento Cansei de ser cansado e uns punks que entram em qualquer passeata para ver se arrumam uma briguinha.
O de Copacabana contou com os desocupados do Posto 9, meia duzia de bibas e olhe lá.
Só o de Brasília deu mais gente.
Cariocas e paulistas ficaram morrendo de ciúme de Brasília.
Ficaram falando que em Brasília deu muita gente porque não tem nada melhor pra fazer lá.
Eta povo invejoso.
Share:

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

O estranho desinteresse do Movimento Contra Corrupção pelo corruptor


Para existir a figura do corrupto, tem que existir o corruptor.
A estranheza desses movimentos contra a “corrupção” é que eles surgem sempre passando a régua nas instituições que sustentam a democracia.
Sempre generalizando.
Tipo, “todo político é ladrão”.
O Paulo Maluf usa esse discurso genérico quando cinicamente diz que ele rouba, mas todo mundo rouba.
O golpe militar de 1964 usou esse mote contra o que eles chamaram de “corrupção ou subversão”.
A Rede Globo estava lá apoiando.
Como agora também está no front do Movimento Contra a Corrupção.
Mas aceita a grana do corruptor.
O dinheiro da Rede Globo é da mesma fonte que corrompe o poder publico no Brasil.
Por isso esse estranho desinteresse pela figura do corruptor.
Por isso esses movimentos tem pouca adesão.
Eles tem finalidade politica ideológica.
O Daniel Dantas amigo do FHC trazido de Harvard para comandar a privatização das telefônicas foi quem criou o esquema chamado de mensalão.
Estourou no governo Lula, mas a origem dele a imprensa não tem interesse em veicular.
A Rede Globo vive falando de mensalão, mas estranhamente não fala o nome do Daniel Dantas, o pagador do esquema.
Vai ver é porque ele é dono das empresas que bancam e patrocinam a Rede Globo.
As forças que estão por trás desse Movimento Contra a Corrupção são as mesmas que estiveram por trás do golpe de 64.
É a elite paulista do Movimento Cansei, os oligarcas do DEM, os tucanos de Higienópolis, a Rede Globo e a chamada grande imprensa.
Tem que ter um movimento contra a corrupção na imprensa também.
Ai eu vou.
Share:

terça-feira, 11 de outubro de 2011

O humor escroto virou uma faca de dois legumes


O humor escroto é a “solução” encontrada quando uma pessoa, grupo de pessoas, partido políticos, empresas de comunicação e etc querem dizer algo politicamente incorreto, preconceituoso, criminoso, calunioso de alguém.
Quando o Lula ganhou a presidência da republica dos tucanos paulistas que controlam a imprensa paulista, uma das armas usadas contra o Lula era o insulto preconceituoso.
Ficou comum ver em programas de televisão e em reporcagens jornalísticas, afirmações preconceituosas, veladas ou não.
Nordestino, cabeça chata, pobre, operário, cachaceiro, baixinho, barbudo, sem dedo, comunista, tudo virou motivação preconceituosa ofensiva.
O humor virou escrotice para dizer o que se pensa com ares de inteligência e “liberdade democrática”.
O humor virou escrotice e democracia virou calhordice.
O Rafa Bastos do CQC é um dos representantes desse humor escroto que foi incentivado para ser usado contra as pessoas certas.
Só que o cachorro mordeu a mão do dono.
Ontem ele atacou a Folha de São Paulo que sempre riu das suas piadas de mau gosto quando era conveniente aplaudir.
Mandou a reportagem da Folha "chupar o grosso e vascularizado pênis dele".
Hoje o Rafa Bastos foi afastado definitivamente da Band.
Ano que vem tem eleição para a prefeitura de São Paulo.
O que pode decidir até e eleição para presidente do Brasil.
A Band e a Folha sempre estão apoiando o grupo majoritário paulista.
Perder um cabo eleitoral como o Rafa Bastos é dose.
Mas ele virou um cão sem controle.
Babou na mão do dono.
Assim não dá.
Share:

sábado, 8 de outubro de 2011

Eu te amo só deve ser dito de pau duro


Quando você diz que ama uma mulher ela automaticamente abaixa a cabeça.
Não é timidez.
É conferencia.
Ela quer ver se você está de pau duro.
Nunca diga pra uma mulher que ama sem estar de pau duro.
Ela não vai acreditar.
O amor não tem a ver só com sexo.
Mas tem.
O amor é maior que sexo e é lindo.
O amor é ferida que dói e não se sente.
É dor que desatina sem doer.
Mas a mulher só acredita se você estiver de pau duro.
Share:

O humor escroto e as bibas apanhando na Paulista


O humor escroto é bullying no atacado.
A proliferação da idéia que ser politicamente incorreto é ser inteligente e livre esconde o saco de maldades da escrotice humana.
A democracia é para ser exercida, assim como a liberdade.
Mas a minha acaba quando a do outro começa.
O meu anarquismo me faz um cara respeitador porque acreditando que regras são idiotas é que eu consigo inventar as minhas.
As minhas não atropelam a dos outros.
Ao menos tento.
Depois que o Lula virou presidente do Brasil começou uma onda de liberação da baixaria preconceituosa por falta de argumento inteligente, começou uma era de vale tudo.
Nordestino, cabeça chata, pobre, sem dedo, cachaceiro, baixinho, comunista, barbudo. Tudo virou ofensa.
Tudo virou arma pela ausência de argumentos.
Falar grosserias virou inteligência.
O humor virou insulto.
Por isso qualquer idiota falando merda virou “humorista”.
Por isso se espalham pela TV programas como CQC, Pânico e etc.
Foderam a profissão de humorista e alimentam o preconceito que incentiva e justifica crimes hediondos.
Quando um idiota que se diz humorista e ganha por isso fala que “mulher feia quando é estuprada deve é agradecer” é porque a mãe dele deve ser linda.
Deve se achar eleito.
E tem gente que paga por isso.
Afff!
Share:

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

O doutor Lula lança livro traduzindo o neoliberês para português


O neoliberês é uma língua morta que foi enterrada junto com o povo que fazia uso dela.
Há muitos séculos atrás existia uma tribo que acreditava em um Deus chamado “MERCADO”. Há quem diga que o Walter Mercado, o astrólogo dos astros, seja descendente desse deus.
Essa tribo falava um idioma próprio chamado neoliberês.
Era uma língua confusa que teve origem no enrolês, uma língua primitiva muito usada pelos ancenstrais da tribo Kao.
A filosofia desse povo era baseada na crendice de que se o mundo abrisse suas pernas e suas fronteiras para o grande capital especulativo mundial, as coisas iam se ajeitando até tudo virar um céu aqui na terra.
Claro que com as fronteiras e o toba dos outros, lógico.
Pois pimenta totosa é boa mesmo no dos outros.
O plano era simples.
Os trouxas trabalham, produzem riquezas, depositam seu dinheiro suado nos bancos e nós vivemos da especulação desse dinheiro, jogando para onde der mais lucro.
Isso sem pregar um prego em uma estopa.
Claro que essa idéia de jirico não ia dar certo.
Com o extermínio da tribo Kao e sua religião “MERCADO” depois da falência dos bancos que rezavam para esse deus, a língua neoliberês se viu em franca extinção.
O ex presidente Lula quando eleito em uma republiqueta de bananas chamada Brasil deu uma pá de cal nessa filosofia, o que livrou a republiqueta da falência mundial de hoje.
O tal presidente Lula, um analfabeto funcional de acordo com a nomenclatura neoliberês, só porque ganhou titulo de doutor honoris causa das centenárias Universidade de Coimbra de Portugal e da Sciences Po, Instituto de Estudos Sociais de Paris, agora está que nem pinto na lixeira.
Tá se achando.
Tanto que vai lançar um livro explicando em seu linguajar rudimentar de operário o que foi a nação Kao e a sua língua, o neoliberês.
Ainda hoje existem remanescentes dessa extinta tribo que habitava o planalto paulista, mais aproximadamente na região de Higienópolis, conhecido bairro chic ocupado por judeus liberais com o toba alheio que habitam a grande São Paulo.
Esses remanescentes inventaram o Instituto Millenium, uma igrejinha que tenta as duras penas resgatar o culto ao Deus MERCADO.
A supra sacerdotisa dessa igrejinha é uma tal Miriam Leitão e o porta voz um cineasta falido chamado Arnaldo Jabor.
Dizem que na semana em que o Lula recebeu o titulo de doutor as ambulâncias não pararam a noite toda, levando os descendentes da tribo Kao para hospitais.
Estavam passando mal, tendo siricuticos, vômitos e diarréia de inveja do Lula.
O livro vai ser lançado em formato impresso e também em e-books para tablets produzidos no Brasil.
Te mete.
Share:

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Morre fundador da Apple, não foi Jesus


Os jornais estão tratando a morte do Steve Jobs como se fosse a morte de um John Lenon, de um Jesus, de um Buda, de um Bunda ou algo mais.
O cara criou na carona de varias pessoas estudiosas uma empresa que desenvolveu softwares muito bem pagos e caros.
A geração Y existiria com ou sem ele.
Jobs, que morreu aos 56 anos vítima de um câncer pancreático, revolucionou a maneira como os usuários navegam na Internet ao lhes dar o iPod, o iPhone e o iPad. Ele havia deixado em agosto o comando da empresa, a maior do mundo no setor de tecnologia.
Mas cobrava muito caro por isso.
Ele não era nem de longe um deus, um gênio ou santo.
Espia isso.
"Na minha cabeça, não existe diferença entre ele e Pasteur", disse Chitra Abdolzadeh, que trabalha no setor da saúde em Cupertino, numa referência ao ilustre químico francês.
Ben Chess, de 29 anos, engenheiro em uma empresa de Internet e ex-estagiário da Apple, viajou depois do expediente de trabalho de San Francisco até o QG da Apple para deixar um ramo de flores. "É a coisa certa a fazer", disse.
Os "geeks" chineses pareciam especialmente comovidos. "Vim aqui ver como eles vão operar no primeiro dia depois de perderem Steve Jobs", afirmou Jin Yi, de 27 anos, na maior loja da Apple na China, em Xangai, que abriu no mês passado.
"É uma pena o dia de hoje. Ele criou todos esses aparelhos que alteraram as percepções das pessoas sobre as máquinas. Mas não conseguiu testemunhar o último passo, pelo qual, por meio dos seus equipamentos, as vidas das pessoas poderão ser efetivamente unidas a essas máquinas."
Bom.
Tem gente que acha que a vida começa e acaba no Facebook.
Ado, ado, ado, cada um no seu quadrado.
Share:

Fundador do Wikileaks dá banana pro PSDB


Esse tucanos paulistas adoram causar.
Fundaram o Instituto Millenium em São Paulo para “congregar” os interesses da elite paulista e da ideologia de mercado sem perceber que o mundo inteiro está quebrando por causa dessa ideologia.
Fazem um congresso da juventude tucana e veiculam que o Julian Assange fundador do Wikileaks estaria presente.
Mesmo sabendo que a filosofia do Wikileaks nada tem a ver com a filosofia tucana.
Esqueceram de avisar para o próprio que ele estaria presente.
Essa mania que os tucanos têm de usar a imprensa controlada por eles para pressionar pessoas já deveria ser enquadrada como crime.
Mas não se pode tocar na “imprensa”.
Calunia e difamação pode.
Eles pensam que o mundo é São Paulo onde eles mandam e desmandam no que se chama imprensa.
Há quem diga que sem a imprensa comprada pela elite os tucanos não passariam de Rezende, no Rio de Janeiro.
Espia isso.
O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, recusou convite do PSDB para participar do congresso da Juventude do partido, que acontece em dezembro, em Goiânia.
O PSDB já dava como certa a participação de Assange, mas em email enviado ao secretário-geral da Juventude Tucana, Wesley Goggi, um emissário de Assange diz que ele agradece o convite, mas não poderá comparecer ao evento.
Pede, ainda, que o nome do fundador da organização seja “retirado” de materiais “promocionais” do congresso.
Ninguém quer se sujar agarrado a ideologia tucana neoliberal e que tem como deus um tal de Walter “Mercado”.
Eles só falam nisso.
Parecem evangélicos.
Se eles fossem religião a Miriam Leitão seria a Nossa Senhora deles.
Se o deus “MERCADO” comesse a Miriam Leitão, nasceria o Arnaldo Jabor.
Tudo é esse tal de “MERCADO”.
Share:

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Depois da histeria "roqueira" é a vez da histeria Justin Bieber


Falando francamente o rock já esteve melhor.
O Rock in Rio foi um festival de encheção de lingüiça fantasiada de roqueiro.
Hoje não se sabe mais o que é pop e o que é rock.
Acabou tudo a mesma coisa.
O rock virou coisa só para iniciados.
Até a turma do axé baiano agora é rock.
Quem diria.
Mesmo assim a versão 2011 do Rock In Rio deu muito publico e grana.
E um mar de fãs abestalhados a beira da histeria.
Passado a febre roqueira agora é a vez do Justin Bieber.
Quase apanho da minha sobrinha adolescente quando perguntei desavisadamente quem era ele.
A histeria infanto aborrecente só não é pior do que a histeria de marmanjos de preto balançando a cabeça para um bando de caras mascarados urrando.
Com a atriz global Suzana Vieira posando de diva metaleira.
Ah nem.
Os adolescentes são mais bonitos e podem ficar histéricos.
É a vez deles.
De toda forma melhor não passar perto do Rio esse final de semana.
Vai ter o arrastão do Justin Bieber.
E esse pessoal sem noção invejoso fica chamando o menino de Justin Barbie.
Pode?
Share:

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Doa-se cadela inflável no dia de São Francisco de Assis


No dia de São Francisco de Assis, o padroeiro dos bichos e principalmente dos cães, lembrei do meu querido Deprê, um beagle safado que ilustrou minha existência no breve tempo que ele viveu na minha casa.
Ele morreu e deixou muita saudade.
Cuidei dele o melhor que pude, mas vacilei para as crises epiléticas que ele tinha e numa delas ele morreu.
Cuidado com epilepsia canina. Ela mata sim.
Hoje fiquei olhando para a cadelinha inflável que comprei pra ele em um pet shop de Miami pela internet.
Demorou pra chegar e ele morreu antes disso.
Morreu sem ver a cadelinha inflável vermelhinha que comprei com todo amor para o meu amigo Deprê.
Hoje olhando essa cadelinha inflável ainda na sacola resolvo me livrar das ultimas recordações do meu amigo.
Quem quiser levar a cadelinha inflável do Deprê é só vir pegar.
Junto vai uma coleira linda de couro legitimo com uma guia chocante.
Ah, a cadela inflável nunca foi usada.
Tá zerada.
Valeu.
Share:

As causas da “musica grudenta” que não sai da cabeça


Sabe aquela musica que não sai da sua cabeça nem que você queira?
Pois.
Acaba virando um tormento, uma obsessão, uma tortura.
Quando é uma musica boa ainda vá lá, mas quando é uma da Banda Calypso que você odeia, ai fodeu.
Pois não é que os cientistas desocupados descobriram o porque disso?
O estudo foi feito para promover a Competição Nacional de Ciência e Engenharia de 2012.
Os cientistas disseram que os grandes hits têm um "código genético" que os faz populares -vocais masculinos e longas e detalhadas frases musicais são elementos essenciais.
Segundo o psicólogo da música Daniel Mullensiefen, da Goldsmiths University of London, todo hit musical depende de matemática, ciência, engenharia e tecnologia.
"Eles usam desde freqüências de som, que determinam altura e harmonia, até processadores 'hi-tech', que podem adicionar efeitos para fazer uma música mais 'grudenta'."
"We Are the Champions", um dos maiores sucessos da banda inglesa Queen, é a música que mais "gruda" na cabeça, informou a revista "NME".
A canção de Freddie Mercury bateu "Y.M.C.A.", do Village People (2º lugar), e "Fat Lip", do Sum 41 (3º lugar).
Bom.
Pelas musicas eles só pesquisaram veados ou eles são veados.
Perlamordedeusio.
Share:

O bullying no atacado do humor escroto versus escrotice do poder escroto


O humor escroto que fala escrotices na cara dos outros pra “causar” sofreu uma baixa muito forte.
Foi afastado Rafinha Bastos do "CQC" porque o humorista disse que comeria a Wanessa Camargo, grávida de cinco meses, e o bebê dela.
Isso não tem humor nenhum.
É uma afirmação babaca pra “causar”.
Uma grosseria estúpida e nojenta.
Mas o motivo do afastamento dele é somente porque Marcus Buaiz, marido da Wanessa Camargo, e Ronaldo Fenomeno, amigo e sócio dele, ameaçaram tirar anunciantes do programa caso Rafinha não fosse afastado.
Há duas semanas a atração é líder de faturamento na Band e cobra R$ 130 mil por comercial de 30 segundos.
Já um merchandising pode custar de R$ 240 mil a R$ 2,4 milhões, sem incluir cachês.
Portanto alguém banca esse humor escroto que faz bullying no atacado com a cara de todo mundo.
Alguém lucra com isso.
Esse humor escroto virou moda quando um nordestino, operário, analfabeto funcional, cachaceiro, baixinho, sem dedo, barbudo e de fala estranha ganha a presidência.
Ficou liberado falar sem pudores todos os preconceitos.
Era a forma de escrotear o cara.
Zombar de nordestino, de pobre, de negros, de gays, de gordos estava liberado.
Só que o tiro saiu pela culatra.
É o típico caso em que o cachorro morde a mão do dono.
Quando um empresário banca meia dúzia de sacanas para sacanearem os outros, os outros são os “outros”.
Não “nós” pô!.
Se eles continuassem a tirar umas com a cara das pessoas certas estava tudo certo.
O motivo do afastamento do babaca do Rafael Bastos chega a ser mais leviano do que as piadas sem graça dele.
Com as eleições chegando, esses programas de humor viram palanques políticos para ridicularizar adversários dos pagantes.
Quer ver espia só!
Share:

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O PT do Amazonas fechou com o Amazonino. Eta cambada!


O Amazonas é um feudo político dominado pelo mesmo grupo há 25 anos.
Esse grupo que ai está empoleirado no poder do Amazonas foi fundado pelo “glorioso” Boto Tucuxi, que ao voltar do exílio disse ainda no aeroporto Eduardo Gomes que ele e seu grupo ficariam no poder no mínimo 25 anos.
Eta boca de praga boa!
Ele ficou até a morte ocupando cargos eletivos, enquanto formava “escola política”.
Fundou a ESAAU (Escola Superior dos Amigos do Alheio Unidos). Dessa escola saiu Amazonino, que formou Omar Aziz, Alfredo Nascimento, Eduardo Braga, Robério Braga que junto com a Ana Maria Braga formam a dinastia Braga.
O ciclo que ele profetizou se fechou a parece que vai abrir é outro pelo andar da carruagem.
A esperança que todas as pessoas de bem que querem mandar essa galera para casa ou coisa pior era que aparecesse uma frente política que mudasse essa forma sinistra de governar.
O deputado Praciano era tido como a pessoa certa para ter chances de fazer frente a essa gente.
Mas o PT do Amazonas está contaminado por oportunistas, arrivistas e preguiçosos.
O PT do Amazonas acaba de fechar apoio ao Amazonino.
Pode uma putaria dessas?
Traíram o deputado Praciano que é do PT.
Imagina o que eles não vão fazer com a gente.
Espia isso.
O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Manaus decidiu, no último sábado, conversar sobre as alianças para as eleições de 2012 com o Partido Democrático Trabalhista (PDT) do prefeito Amazonino Mendes.
Oia a explicação maravilhosa.
“A direção municipal decidiu acompanhar a decisão do Congresso Nacional do partido, que foi a de abrir para o processo de discussão para tratar das eleições do próximo ano com o PDT, PCdoB, PSB e PMDB, que são partidos que fazem parte da base do governo da presidente Dilma (Rousseff-PT)”, explicou.
Segundo Valtair, também ficou decidido na reunião de sábado que os membros do PT estão liberados para participar da administração de Amazonino.
Tá ai a explicação dessa fidelidade toda.
Os cargos na administração.
E nós que acreditávamos em revolução.
Eta povo feio dos caraio.
Share:

O bullying no atacado dos programas de humor escroto


Virou moda falar escrotices na cara dos outros pra causar.
Isso começa fortemente quando um nordestino, operário, analfabeto funcional, cachaceiro, baixinho, sem dedo, barbudo e de fala estranha ganha a presidência.
Ficou liberado falar sem pudores todos os preconceitos.
Era a forma de escrotear o cara.
Zombar de nordestino e de pobre ficou chic em São Paulo.
Era a falta completa de discurso.
A televisão está cheia desses programas de quinta categoria que se utilizam do humor politicamente incorreto para falar escrotices na cara de todo mundo.
Às vezes é constrangedor ouvir as babaquices que esses pseudo- humoristas falam.
Qualquer coisa pode.
Pânico na TV, CQC entre outros é um antro de canalhices.
O humor inteligente perdeu para as tiradas constrangedoras, preconceituosas, desrespeitosas contra tudo e contra todos.
Contra mulher, contra pretos, pobres, nordestinos, feios, gordos, classe profissional, etc.
O que eles fazem é bullying no atacado.
Ofensa e constrangimento moral é crime.
Mas essa regra não pode para o humor porque seria censura.
E quem protege nossos ouvidos que viraram penico?
O pior é ver esses programas claramente bancados por empresários xis ou assado, que tem interesses financeiros estabelecidos, se arvorarem de defensores da honestidade e da decência atacando pessoas sem a menor chance de defesa.
CQC, Pânico na TV representam interesses econômicos e ideológicos e não são honestos.
Só são podres.
Share:

Protestos contra o capitalismo deixam a Miriam Leitão de cabelo em pé


O sistema financeiro mundial sem pátria, sem fronteira, sem lei, sem mãe e sem pai quebrou o mundo capitalista.
Os ricos estão cada vez mais ricos e a classe média ficou pobre.
Começou pelos inventores das regras do neoliberalismo com o toba alheio.
Acharam que iam se dar bem.
Todo mundo apoiou a idéia que se deixar os investidores e o mercado soltos pra escolher as vitimas, só os fracos que seriam devorados e os fortes sobreviveriam.
Ai os lobos do sistema financeiro que não trabalham, só sugam, engordam e as ovelhas morrem.
Wall Street quebrou o mundo.
Menos o Brasil, graças as políticas publicas de cunho estatizante do governo Lula que não privatizou o BNDES, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e nem a Petrobras.
Se os neoliberais de São Paulo que adoram privatizar tudo ganhassem as eleições presidenciais, o Brasil estaria no fundo do poço também.
O Serra e a Chevron americana já estavam até negociando, de acordo com o Wikileaks. Já tinham até escolhido o nome para a Petrobras privatizada para os colegas.
Ela se chamaria Petrobrax
Pois graças às políticas públicas de inclusão social tipo Bolsa Família até o Bolsa Doutor, acompanhado de credito e empréstimos pelos bancos públicos, a economia brasileira é uma ilha de progresso em meio um mar turbulento cheio de tubarões ai fora.
E a Miriam Leitão da Rede Globo com toda a sua belezura, acorda o Brasil todo dia fazendo alarde e previsão catastrófica.
Há quem chame a especialista em tudo de urubóloga.
As manifestações contra a selvageria do capitalismo começaram no EUA e na Inglaterra.
A adesão em massa da classe média que está ficando pobre desses dois países é questão de tempo.
Enquanto isso a Miriam Leitão e a Rede Globo ainda estão fazendo devoção ao grande deus chamado “mercado” e sendo contra o aumento do IPI contra carros importados para proteger empregos no Brasil.
Tudo porque a JAC chinesa quer vender carros no Brasil gerando empregos na China a preços de banana e para isso pagou o Faustão e a Rede Globo como meninos de recado.
Essa gente não pensa no Brasil, só neles.
Share:

sábado, 1 de outubro de 2011

A inutilidade da pílula dourada


Espia isso.
Era só o que faltava.
Cientistas tentam desenvolver uma pílula que eles acreditam ser o sonho de qualquer pessoa que goste de beber.
A idéia é criar um comprimido que mantém a pessoa sóbria, ou seja, ela bebe o quanto quiser, mas o efeito do álcool sobre as células do cérebro é mínimo.
Em testes feitos com camundongos, os roedores que receberam a droga não apresentaram nenhum sinal de desequilíbrio, a despeito de terem ingerido uma quantidade suficiente de álcool para fazê-los tropeçar e mesmo cair.
O estudo, acreditam, abre caminho para um comprimido que impeça as pessoas de passarem por situações constrangedoras durante noitadas.
Bom.
Se não quer ficar bêbado pra quê vai beber?
Se a idéia é esse mesmo.
Ficar bêbado.
O gosto das bebidas alcoólicas tirando o vinho é péssimo.
Muito melhor sorvete, milk shake, suco, etc.
Quem bebe, acredito eu, quer ficar doidão, quer sair de si, quer dar uma perdida em si mesmo, quer ser ridículo.
O melhor de beber é pagar mico e no outro dia no chuveiro se lembrar e gritar “puta que pariu, que merda!”.
O melhor da bebida é extravasar e chupar o pau da barraca se for necessário.
Sem isso não vale a pena estragar a saúde bebendo.
Eu hein, tem cada uma viu!
E cientistas gastam fortunas nessas pesquisas inúteis.
Se bem que depois que inventaram maconha sem fumaça, comida sem côco, sexo sem gente, filho sem esperma, qualquer coisa está valendo.
E por ai vai.
Share:
Tecnologia do Blogger.

OCUPE REDE GLOBO

Loading...

Pesquisar este blog

Veja meu site profissional

Veja meu site profissional
Jorge Laborda é um cara metido a designer, escritor e a ser humano.

Blogs que vale conferir

Arquivo do blog

Definition List

Contact

Support